Arquivos de Categoria: Nelore

Cenário internacional é favorável para a pecuária brasileira, mas produtor deve estar atento à disputa entre China e EUA

A pecuária brasileira tem um cenário positivo para 2019, afirmou nesta segunda, 22, ao Giro do Boi o chefe da mesa de commodities da JBS nos Estados Unidos, Marco Sampaio. A situação passa por safras robustas de soja e milho por todo o mundo, o que deve manter os preços dos grãos atrativos para o confinamento, além de uma demanda puxada pela proteína vermelha.

A pecuária brasileira tem um cenário positivo para 2019, afirmou nesta segunda, 22, ao Giro do Boi o chefe da mesa de commodities da JBS nos Estados Unidos, Marco Sampaio. A situação passa por safras robustas de soja e milho por todo o mundo, o que deve manter os preços dos grãos atrativos para o confinamento, além de uma demanda puxada pela proteína vermelha.

Semana decisiva para definir tamanho de oferta. Se frigoríficos não conseguirem alongar escalas, @ pode buscar os R$ 170 em SP

Mas consultor adverte para pecuaristas não represarem oferta pois em maio pode haver concentração de animais a pasto e confinamento

Mas consultor adverte para pecuaristas não represarem oferta pois em maio pode haver concentração de animais a pasto e confinamento

3 vezes mais @ ⁄ha, dobra a lucratividade pecuária inteligente (Vídeo)

Especialista aponta que, com o uso de tecnologias disponíveis é possível triplicar a produtividade e dobrar a lucratividade na mesma área. É a pecuária inteligente.

Especialista aponta que, com o uso de tecnologias disponíveis é possível triplicar a produtividade e dobrar a lucratividade na mesma área. É a pecuária inteligente.

Reabertura do mercado dos EUA à carne bovina pode representar 50 mil/t anuais

Setor deu todas as respostas exigidas pelos Estados Unidos e com a iniciativa da ministra Tereza Cristina em colocar na pauta a questão da carne in natura durante a viagem do presidente Jair Bolsonaro, o otimismo é grande. Fora o “alvará” para outros mercados que significa entrar no consumo americano, mesmo que seja de carne (dianteiro) para hambúgueres.

Setor deu todas as respostas exigidas pelos Estados Unidos e com a iniciativa da ministra Tereza Cristina em colocar na pauta a questão da carne in natura durante a viagem do presidente Jair Bolsonaro, o otimismo é grande. Fora o “alvará” para outros mercados que significa entrar no consumo americano, mesmo que seja de carne (dianteiro) para hambúgueres.

Pecuarista pode lucrar mais de R$ 500 por hectare produzindo boi de 20 arrobas aos 20 meses [vídeo]

Nesta segunda, dia 14, o Giro do Boi exibiu entrevista com o médico veterinário e sócio diretor do programa Qualitas Melhoramento Genético, Leonardo Souza. O profissional frisou o peso da atenção redobrada na hora da aquisição do material genético para a estação de monta, advertindo quanto à escolha de touros, seja para sêmen ou repasse, no “olhômetro”. Também alertou para a o melhoramento do rebanho de fêmeas, destacando que características como idade ao primeiro parto é uma das principais características a serem buscadas pelos criadores.

Nesta segunda, dia 14, o Giro do Boi exibiu entrevista com o médico veterinário e sócio diretor do programa Qualitas Melhoramento Genético, Leonardo Souza. O profissional frisou o peso da atenção redobrada na hora da aquisição do material genético para a estação de monta, advertindo quanto à escolha de touros, seja para sêmen ou repasse, no “olhômetro”. Também alertou para a o melhoramento do rebanho de fêmeas, destacando que características como idade ao primeiro parto é uma das principais características a serem buscadas pelos criadores.

Nova pesquisa: Emissões de metano do gado não têm efeito detectável no clima

O agrobiologista e pesquisador científico, Albrecht Glatzle, autor de mais de 100 artigos científicos e dois livros, publicou pesquisas que mostram que “não há evidência científica de que o gado doméstico possa representar um risco para o clima da Terra” e o “potencial de aquecimento” de emissões antropogênicas de GEE [gases de efeito estufa] tem sido exagerada”.

O agrobiologista e pesquisador científico, Albrecht Glatzle, autor de mais de 100 artigos científicos e dois livros, publicou pesquisas que mostram que “não há evidência científica de que o gado doméstico possa representar um risco para o clima da Terra” e o “potencial de aquecimento” de emissões antropogênicas de GEE [gases de efeito estufa] tem sido exagerada”.

O que a indústria da carne pode esperar de 2019?

Com o ano chegando ao fim, 2018 certamente foi um período de altos e baixos para a indústria internacional de carnes, mas quais marcos significativos são esperados para os processadores em 2019?

Com o ano chegando ao fim, 2018 certamente foi um período de altos e baixos para a indústria internacional de carnes, mas quais marcos significativos são esperados para os processadores em 2019?

[Vídeo] Menos consumo e mais lotação: a receita do programa Qualitas para aumentar em 16,5% o lucro de seus associados

O Giro do Boi recebeu em estúdio para entrevista ao vivo o médico veterinário especialista em pecuária de corte e sócio-diretor do programa de melhoramento Qualitas, Leonardo Souza. Ele esteve no programa para fazer o balanço de um recente encontro realizado em Botucatu, no interior de SP, reunindo cerca de 100 produtores associados.

O Giro do Boi recebeu em estúdio para entrevista ao vivo o médico veterinário especialista em pecuária de corte e sócio-diretor do programa de melhoramento Qualitas, Leonardo Souza. Ele esteve no programa para fazer o balanço de um recente encontro realizado em Botucatu, no interior de SP, reunindo cerca de 100 produtores associados.

Produtores gaúchos pedem antecipação da retirada da vacina contra febre aftosa

Pecuaristas do Rio Grande do Sul pediram ao secretário executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Eumar Novacki, a antecipação da retirada da vacina contra a febre aftosa do rebanho gaúcho. O secretário explicou que o Mapa está tratando do assunto, mas que o estado ainda precisa fazer uma série de procedimentos até chegar a fase de auditoria que precede a retirada da vacina.

Pecuaristas do Rio Grande do Sul pediram ao secretário executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Eumar Novacki, a antecipação da retirada da vacina contra a febre aftosa do rebanho gaúcho. O secretário explicou que o Mapa está tratando do assunto, mas que o estado ainda precisa fazer uma série de procedimentos até chegar a fase de auditoria que precede a retirada da vacina.

Abrir Chat
1
Precisa de ajuda?
Gostaria de mais informações?