Exportação de carne bovina cresce em outubro

As exportações brasileiras de carne bovina e de frango in natura cresceram no mês de outubro, em volume e em receita, ante igual mês do ano passado. Já os embarques da proteína suína foram menores, na mesma base de comparação, de acordo com dados divulgados nesta quarta-feira (1º/11) pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC).

Em carne bovina in natura foram exportadas 119,1 mil toneladas, um recorde para o mês de outubro. O volume representa 43% a mais do que as 83,4 mil toneladas de outubro do ano passado e 6% acima das 111,9 mil toneladas embarcadas em setembro último.

A receita somou US$ 503,2 milhões, 41% maior que os US$ 357,4 milhões obtidos em outubro de 2016 e 7% acima do registrado em setembro. Já o preço médio recebido pelo produto ficou abaixo do registrado em outubro de 2016 (-1,4%) e em linha com setembro passado (+0,3%), em US$ 4.225,80 por tonelada.

Nos dez primeiros meses de 2017, as vendas de carne bovina totalizaram 986 mil toneladas, ante 914,5 mil toneladas em igual período do ano passado (+7,8%). Já o faturamento ficou em US$ 4,126 bilhões este ano, ante os US$ 3,151 bilhões obtidos entre janeiro e outubro de 2016 (+30%).

Fonte: Globo Rural

Autor

Leonardo Souza
Leonardo Souza
Médico Veterinário pela Universidade Federal de Goiás, especialista em Pecuária de Corte pelo Rehagro, sócio-diretor da Qualitas Melhoramento Genético, com 21 anos de atuação nas áreas de gestão, produção e melhoramento genético. O Programa Qualitas de Melhoramento Genético conta com mais de 40 fazendas, nos estados de GO, TO, RO, SP, PR, MG e MT e também na Bolívia, totalizando um rebanho de mais de 250.000 cabeças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Precisa de ajuda?