Efeitos de mudanças na estação de monta da Faz. Mata Verde

Em 2019 apresentamos os resultados de prenhez da Faz. Barra do Prata – Pontes e Lacerda – MT, parceira do Programa Qualitas de Melhoramento Genético desde 1995.

Durante a estação de monta 2018/2019 foram utilizadas 2 IATFs mais repasses intermediários com touros. Esta estratégia foi planejada e acompanhada pelo médico veterinário José Henrique Tanner da Faz. Santana do Arvoredo – Vila Bela da Santíssima Trindade – MT, também parceira do Qualitas. Além disso, o médico veterinário Wesley Carneiro na Faz. Caititu de Campinorte – GO, também já tinha experiência com a estratégia e a Agropontieri de Goiatuba – GO, já vem inseminando com observação de cio de retorno pós IATF a vários anos. Devido aos excelentes resultados a Faz. Mata Verde e outras fazendas parceiras do Qualitas decidiram adotar a estratégia. A Faz. Mata Verde praticava por duas safras uma Estação de Monta de 69 dias, iniciando no dia 31 outubro e terminando no dia 08 de janeiro. Neste período eram feitas 2 IATFs, sendo que, após a 2ª IATF eram colocados touros certificados Qualitas de cerca de 2 anos de idade na proporção de 1 touro para cerca de 30 matrizes. O Nilson Michels, um dos sócios da empresa, insemina 100% das matrizes ajudado por sua esposa Liliane e os vaqueiros em um só curral. O manejo de nascimentos é executado por 2 vaqueiros, em maternidades móveis.


Na Estação de Monta 2019, foram feitas as seguintes modificações:
• Antecipou-se o início para o dia 20 de outubro e o final para o dia 23 de dezembro, diminuindo para 64 dias;
• Adotou-se o repasse intermediário após a 1ª e a 2ª IATF com touros certificados Qualitas na proporção de 1 touro para 15
matrizes.


Estas alterações provocaram as seguintes mudanças em relação aos nascimentos de bezerros:
• O intervalo de nascimentos mudou de 8 de agosto a 06 de novembro (90 dias) para 24 de julho a 15 de outubro (83 dias).
• Nasceram 1173 bezerros em 2019 e 1286 bezerros em 2020.
• O percentual de bezerros filhos de touros de repasse aumentou de 13,47% para 27,29%.
• A média diária de nascimentos aumentou de 13,48 (pico de 46 bezerros nascidos no dia 20/08/2019) para 16,92 (pico de 40
bezerros nascidos no dia 12/08/2020).
• O percentual de bezerros nascidos até agosto aumentou de 41,09% para 49,61% e até setembro de 69,48% para 87,09%.
• O percentual de vacas aptas a serem inseminadas no primeiro dia de estação de monta aumentou de 54,39% para 58,78%.

Autor

Leonardo Souza
Leonardo Souza
Médico Veterinário pela Universidade Federal de Goiás, especialista em Pecuária de Corte pelo Rehagro, sócio-diretor da Qualitas Melhoramento Genético, com 21 anos de atuação nas áreas de gestão, produção e melhoramento genético. O Programa Qualitas de Melhoramento Genético conta com mais de 40 fazendas, nos estados de GO, TO, RO, SP, PR, MG e MT e também na Bolívia, totalizando um rebanho de mais de 250.000 cabeças.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abrir Chat
1
Precisa de ajuda?
Gostaria de mais informações?